Professora alerta para apagão na formação de profissionais de ensino

O Brasil está vivendo um “apagão” grande e preocupante na formação de professores, a falta de profissionais para lecionar as matérias de exatas é o que mais preocupa, segundo a diretora da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), Amábile Pacios.

Ela avalia que é preciso estimular a formação de educadores. “Temos que incentivar as instituições a continuar investindo nos cursos de licenciatura, apesar da baixíssima procura, e incentivar as universidades federais a continuar formando professores, e acima de tudo convocar a juventude para a profissão de ser professor. Em todos os aspectos, nenhum país pode ir para a frente se não tiver professor. A educação acontece diariamente, com o professor em sala de aula”.

A UC Semesp percebe que além de aumentar o número de professores em nosso país, é fundamental que os profissionais que atuam no setor educacional estejam em constante aperfeiçoamento e levem às salas de aula novos métodos de aprendizagem que colaborem com o aumento da qualidade do ensino. Por isso, oferece diversos cursos voltados para os profissionais da área.

Conheça os cursos da Universidade Corporativa Semesp.

Confira a matéria na íntegra.

Outras Notícias